Governo zera tarifa de importação de etanol e óleo de soja

mar 22, 2022 | Mídias | 0 Comentários

Medida vale até o fim do ano e também contempla outros 5 alimentos: café, margarina, macarrão, açúcar e queijo

O governo federal vai zerar até o fim do ano a tarifa de importação do etanol e de 6 alimentos –óleo de soja, café, margarina, macarrão, açúcar e queijo. A expectativa é de que a medida ajude a conter a alta da inflação e dos combustíveis.

O corte tarifário foi aprovado nesta 2ª feira (21.mar.2022) em reunião do Gecex (Comitê de Gestão da Câmara de Comércio Exterior) e deve ser publicado no Diário Oficial da União de 4ª feira (23.mar.2022). A redução de impostos entra em vigor assim que for publicada e valerá até 31 de dezembro de 2022.

Segundo o Ministério da Economia, o etanol estava sujeito a uma tarifa de importação de 18%. O combustível representa de 25% a 27% da composição da gasolina. Por isso, a equipe econômica calcula que o litro da gasolina pode ficar R$ 0,20 mais barato com o corte da tarifa de importação do etanol.

“O preço dos combustíveis apresentou uma alta muito acelerada nas últimas semanas, especialmente em função do conflito no Leste Europeu. O objetivo da redução do imposto do etanol é permitir um preço mais baixo no etanol que, diluído ao combustível, possa apresentar um preço ainda mais baixo para a população”, afirmou a secretária-executiva da Camex (Câmara de Comércio Exterior, Ana Paula Repezza.

ALIMENTOS

No caso dos alimentos, a tarifa de importação variava de 9% a 28%. Eis a tarifa de cada produto:

  • queijo: 28%;
  • açúcar refinado: 16%;
  • macarrão: 14,4%;
  • margarina: 10,8%;
  • café moído: 9%;
  • óleo de soja: 9%.

Todas essas tarifas ficarão zeradas até 31 de dezembro de 2022. O Ministério da Economia justificou a medida dizendo que esses alimentos tiveram uma alta superior à inflação no acumulado dos últimos 12 meses e têm um peso significativo no INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

“Trata-se de uma medida para a preservação da cesta de consumo da população mais pobre”, afirmou o secretário de Comércio Exterior, Lucas Ferraz. Ele seguiu: “A redução a zero da tarifa até dezembro seria um fator que contribuiria para o arrefecimento da dinâmica inflacionária, porque significaria um aumento da oferta doméstica desses bens por meio da importação”.

Para zerar a tarifa de importação desses produtos, o governo inclui-os na Letec, a Lista de Exceções à TEC (Tarifa Externa Comum) do Mercosul. Por meio dessa lista, o Brasil pode reduzir ou aumentar a TEC de até 100 itens. O governo não precisou excluir nenhum produto da Letec para fazer a inclusão.

INFORMÁTICA E CAPITAL

Além disso, o Gecex reduziu de forma permanente em 10% as tarifas de importação de bens de capital, informática e telecomunicações. Juntos, os cortes de impostos devem ter um impacto de R$ 1 bilhão por ano na arrecadação do governo.

“Trata-se, diante dos benefícios estimados, de uma renúncia relativamente baixa”, afirmou o secretário Lucas Ferraz. Ele disse ainda que o governo não precisa compensar essa renúncia, já que se trata de um imposto de natureza regulatória. “No caso de tarifas, não há o que se falar em Lei de Responsabilidade Fiscal”, falou.

Fonte: https://www.poder360.com.br/economia/governo-zera-tarifa-de-importacao-de-etanol-e-oleo-de-soja/

Outros artigos…

Será que o preço dos combustíveis vai cair na bomba?

Será que o preço dos combustíveis vai cair na bomba?

Equilibrar o valor dos combustíveis é a meta da Lei do Congresso Nacional 192/22, a Lei dos combustíveis. Sancionada em 11 de março, a medida prevê a isenção do PIS/ PASEP e do Cofins e a redução do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços) por meio da...

Close Bitnami banner
Bitnami